Boa escolha!

process 2
Curso Graduação

Fisioterapia

O curso de graduação em Fisioterapia tem como perfil do formando egresso/profissional o Fisioterapeuta com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual. Detém visão ampla e global, respeitando os princípios éticos/bioéticos e culturais do indivíduo e da coletividade. Capaz de ter como objeto de estudo o movimento humano em todas as suas formas de expressão e potencialidades, quer nas alterações patológicas, cinético-funcionais, quer nas suas repercussões psíquicas e orgânicas, objetivando a preservar, desenvolver, restaurar a integridade de órgãos, sistemas e funções, desde a elaboração do diagnóstico físico e funcional, eleição e execução dos procedimentos fisioterapêuticos pertinentes a cada situação.


INSCREVA-SE

SOBRE O CURSO:

Grau: Bacharelado 
Modalidade: Presencial 
Regime de matrícula: Semestral
Nota CPC: (Acesse o site do MEC) 

 

APRESENTAÇÃO

O curso de Fisioterapia da FAESPI forma profissionais que atuam nos diferentes níveis de atenção à Saúde (Unidades Básicas de saúde, Consultórios, Centros de Reabilitação, Hospitais e Clínica, Empresas, Indústria de Equipamentos de uso Fisioterapêutico, Asilos, Educação e Centros Esportivos) e para desenvolver ações de prevenção de danos, promoção, recuperação da saúde e reabilitação. 

Os estudantes que escolhem a FAESPI contam com a vantagem de realizar uma graduação que dispõe de currículo integrado a outros campos da Saúde e:

(1) introduz gradativamente à prática clínica nos ambientes de saúde pública e privada, ampliando opções de inserção no mercado de trabalho;

(2) estimula a formação de senso crítico e de aprendizado continuado. 

 

OBJETIVOS

Os objetivos do curso de Fisioterapia foram traçados de acordo com o perfil do egresso que a FAESPI pretende formar, obedecendo as Diretrizes Curriculares Nacionais. O objetivo geral é proporcionar aos alunos conhecimentos teóricos e práticos científicos, do movimento humano em todas as suas formas de expressão e potencialidades, nas alterações patológicas, cinético-funcionais, nas suas repercussões psíquicas e orgânicas, numa visão ampla e global, respeitando os princípios éticos/bioéticos, culturais do indivíduo e da coletividade. Bem como,prestar assistência fisioterápica (Hospitalar, Ambulatorial e em Consultórios) e elaborar o Diagnóstico Cinesiológico Funcional, prescrever, planejar, ordenar, analisar, supervisionar e avaliar os projetos fisioterápicos, a sua eficácia, a sua resolutividade e as condições de alta do cliente submetido a estas práticas de saúde.

 

ESPECÍFICOS

  • Avaliar o estado funcional do cliente, a partir da identidade da patologia clínica intercorrente, de exames laboratoriais e de imagens, da anamnese funcional e exame da cinesia, funcionalidade e sinergismo das estruturas anatômicas envolvidas.

  • Elaborar o Diagnóstico Cinesiológico Funcional, planejar, organizar, supervisionar, prescrever e avaliar os projetos terapêuticos desenvolvidos nos clientes.

  • Estabelecer rotinas para a assistência fisioterapêutica, fazendo sempre as adequações necessárias.

  • Solicitar exames complementares para acompanhamento da evolução do quadro funcional do cliente, sempre que necessário e justificado.

  • Recorrer a outros profissionais de saúde e/ou solicitar pareceres técnicos especializados, quando necessário.

  • Reformular o programa terapêutico sempre que necessário.

  • Registrar no prontuário do cliente, as prescrições fisioterápicas, sua evolução, as intercorrências e as condições de alta da assistência fisioterapêutica.

  • Integrar a equipe multiprofissional de saúde, sempre que necessário, com participação plena na atenção prestada ao cliente.

  • Desenvolver estudos e pesquisas relacionados a sua área de atuação.

  • Colaborar na formação e no aprimoramento de outros profissionais de saúde, orientando estágios e participando de programas de treinamento em serviço.

  • Efetuar controle periódico da qualidade e da resolutividade do seu trabalho.

  • Elaborar pareceres técnicos especializados sempre que solicitados.

  • Elaborar o Diagnóstico Cinesiológico Funcional, a partir da identidade da patologia clínica intercorrente, de exames laboratoriais e de imagens, da anamnese funcional e exame da cinesia, da funcionalidade e do sinergismo das estruturas anatômicas envolvidas.

  • Estabelecer o programa terapêutico do cliente, fazendo as adequações necessárias.

  • Solicitar exames complementares e/ou requerer pareceres técnicos especializados de outros profissionais de saúde, quando necessários.

  • Registrar em prontuário ou ficha de evolução do cliente, a prescrição fisioterápica, a sua evolução, as intercorrências e as condições de alta em Fisioterapia.

  • Colaborar com as autoridades de fiscalização profissional e/ou sanitária.

  • Efetuar controle periódico da qualidade e funcionalidade dos seus equipamentos, das condições sanitárias e da resolutividade dos trabalhos desenvolvidos.

  • Desenvolver atividades, de forma harmônica na equipe multiprofissional de saúde.

  • Zelar pela autonomia científica de cada um dos membros da equipe, não abdicando da independência científico-profissional e da isonomia nas suas relações profissionais.

  • Participação plena na atenção de saúde prestada a cada cliente, na integração das ações multiprofissionalizadas, na sua resolutividade e na deliberação da alta do cliente.

  • Participar das reuniões de estudos e discussões de casos, de forma ativa e contributiva aos objetivos pretendidos.

  • Registrar no prontuário do cliente, todas as prescrições e ações nele desenvolvidas.

  • Participar de equipes multiprofissionais destinadas a planejar, implementar, controlar e executar políticas, programas, cursos, pesquisas ou eventos em Saúde Pública.

  • Contribuir no planejamento, investigação e estudos epidemiológicos.

  • Promover e participar de estudos e pesquisas relacionados a sua área de atuação.

  • Integrar os órgãos colegiados de controle social.

  • Participar de câmaras técnicas de padronização de procedimentos em saúde coletiva.

  • Avaliar a qualidade, a eficácia e os riscos a saúde decorrentes de equipamentos eletro-eletrônicos de uso em Fisioterapia.

  • Participar de equipes multiprofissionais destinadas ao planejamento, a implementação, ao controle e a execução de projetos e programas de ações básicas de saúde.

  • Promover e participar de estudos e pesquisas voltados a inserção de protocolos da sua área de atuação, nas ações básicas de saúde.

  • Participar do planejamento e execução de treinamentos e reciclagens de recursos humanos em saúde.

  • Participar de órgãos colegiados de controle social.

  • Promover ações terapêuticas preventivas a instalações de processos que levam a incapacidade funcional laborativa.

  • Analisar os fatores ambientais, contributivos ao conhecimento de distúrbios funcionais laborativos.

  • Desenvolver programas coletivos, contributivos à diminuição dos riscos de acidente de trabalho.

  • Integrar a equipe de Vigilância Sanitária.

  • Cumprir e fazer cumprir a legislação de Vigilância Sanitária.

  • Encaminhar às autoridades de fiscalização profissional, relatórios sobre condições e práticas inadequadas à saúde coletiva e/ou impeditivas da boa prática profissional.

  • Integrar Comissões Técnicas de regulamentação e procedimentos relativos a qualidade, a eficiência e aos riscos sanitários dos equipamentos de uso em Fisioterapia.

  • Verificar as condições técnico-sanitárias das empresas que ofereçam assistência fisioterápica à coletividade.

  • Dirigir, coordenar e supervisionar cursos de graduação em Fisioterapia/Saúde.

  • Lecionar disciplinas básicas e profissionalizantes dos Cursos de Graduação em Fisioterapia e outros cursos na área da saúde.

  • Elaborar planejamento de ensino, ministrar e administrar aulas, indicar bibliografia especializada e atualizada, equipamento e material auxiliar necessários para o melhor cumprimento do programa.

  • Coordenar e/ou participar de trabalhos inter e transdisciplinares.

  • Realizar e/ou participar de atividades complementares à formação profissional.

  • Participar de estudos e pesquisas em Fisioterapia e Saúde.

  • Supervisionar programas de treinamento e estágios.

  • Executar atividades administrativas inerentes à docência.

  • Planejar, implementar e controlar as atividades técnicas e administrativas do ano letivo, quando do exercício de Direção e/ou Coordenação de cursos de graduação e pós-graduação.

  • Orientar o corpo docente e discente quanto à formação do Fisioterapeuta, abordando visão crítica da realidade política, social e econômica do país.

  • Promover a atualização didática pedagógica em relação à formação profissional do Fisioterapeuta.

  • Desenvolver/Projetar protótipos de produtos de interesse do Fisioterapeuta e/ou da Fisioterapia.

  • Desenvolver e avaliar a utilização destes produtos no meio social.

  • Elaborar manual de especificações.

  • Promover a qualidade e o desempenho dos produtos.

  • Coordenar e supervisionar as demonstrações técnicas do produto junto aos profissionais Fisioterapeutas.

  • Assessorar tecnicamente a produção.

  • Supervisionar e coordenar a apresentação do produto em feiras e eventos.

  • Desenvolver material de apoio para treinamento.

  • Participar de equipes multiprofissionais responsáveis pelo desenvolvimento dos produtos, pelo seu controle de qualidade e análise de seu desenvolvimento e risco sanitário.

  • Planejar, implantar, coordenar e supervisionar programas destinados à recuperação funcional de atletas.

  • Realizar avaliações e acompanhamento da recuperação funcional do cliente.

  • Elaborar programas de assistência fisioterápica ao atleta de competição.

  • Integrar a equipe multiprofissional de saúde do esporte com participação plena na atenção prestada ao atleta.

 

ÁREA DE ATUAÇÃO

O fisioterapeuta formado pela FAESPI pode atuar nos campos profissional, técnico-científico e acadêmico, tanto no setor público quanto no privado. O novo currículo valorizou ainda mais as atividades práticas (ampliando a carga horária dos estágios supervisionados) e a formação generalista e humanista (que incentivam o estudante a desenvolver pesquisas de iniciação científica e atividades de intercâmbio). O fisioterapeuta trabalha nas seguintes áreas:

 

  • Musculoesquelética (Ortopedia, Traumatologia, Reumatologia, Desportiva);

  • Neurologia, Pediatria e Neonatologia;

  • Cardiologia;

  • Pneumologia;

  • Dermatologia (Patologia e Estética);

  • Pediatria e Neonatologia;

  • Geriatria;

  • Preventiva e Ergonomia;

  • Saúde da Mulher e do Homem;

  • Perícia Judicial e Criminal

  • Educação ( Direção e Coordenação de Cursos, Docência – níveis: secundário e superior, Extensão,, Pesquisa, Supervisão técnica e Administrativa);

  • Saúde Coletiva ( Ações Básicas de Saúde, Fisioterapia do Trabalho, Programas Institucionais e Vigilância Sanitária );

  • Esporte;

  • Indústria de Equipamentos de uso Fisioterápico.

Duração do Curso

5 anos a 7 anos




Envie este curso para todos seus amigos!



LiveZilla Live Chat Software